GOOGLE_ANALYTICS
100%

Casa Legislativa de Nova Veneza debate benefícios para licitações de microempresas e empresas de pequeno porte do município

Casa Legislativa de Nova Veneza debate benefícios para licitações de microempresas e empresas de pequeno porte do município Sessão ordinária ocorreu nesta terça-feira, dia 10, com aprovação de indicações e requerimentos de autoria dos legisladores
Em sessão ordinária nesta terça-feira, dia 10, na Casa Legislativa de Nova Veneza, os vereadores votaram e aprovaram seis proposições, sendo quatro indicações e dois requerimentos.
 
Uma das indicações da noite de autoria do vereador Carlos Eduardo Ghislandi - Dado (MDB) vai de encontro com o que o vereador Edgar Preis (PP) destacou na sessão da semana passada, dia 3, ao fazer uso da Tribuna Livre. Preis tratou sobre questões que envolvem as licitações no município de Nova Veneza, a fim de trazer benefícios aos empreendedores locais.

O vereador Dado em sua indicação na sessão desta terça-feira, dia 10, solicitou ao Poder Executivo Municipal, por intermédio da secretaria competente, que o setor de licitações comece a utilizar nos editais futuros, os benefícios concedidos às microempresas e  empresas de pequeno porte, de acordo com a Lei Complementar Federal 123/2006, visando desta forma, fomentar as empresas locais. "No caso do município de Nova Veneza grande parte das licitações, acho que passam dos 80% das licitações, são abaixo dos 80 mil reais que é onde se enquadra as micros e pequenas empresas. As licitações que o valor não ultrapassa os 80 mil reais pode delimitar e ter a exclusiva participação de micro e pequenas empresas. A minha indicação é para que a gente possa delimitar no sentido de fomentar as micro e pequenas empresas locais, com os detalhes que devem ser respeitados, mas algumas licitações poderiam sim, ter fornecedores locais e seria uma forma de realmente favorecer as nossas empresas”, garante.

O vereador autor da indicação, ainda sugere que possa ser especificado em edital que caso uma empresa de fora vença a licitação no município, ela teria que subcontratar qualquer serviço ou comprar material de micro e empresa de pequeno porte de Nova Veneza.

O presidente da Câmara de Vereadores, Eloir Minatto – Biro Biro (PSD) parabenizou o vereador Dado pela indicação e defende que o município deve optar por empresas locais. Na oportunidade o presidente lembrou que a licitação da ponte pênsil que será construída no distrito de São Bento Baixo, a empresa ganhadora para a construção da obra foi do município, e acha interessante que seja desta forma pelo contato direto com a equipe. O presidente ainda destacou que nem sempre as licitações que vencem são as melhores. “Um exemplo são as roçadeiras que foram adquiridas, elas tiveram o menor preço, mas elas não aguentam, estão sendo consertadas e geram prejuízos ao município. Tem que ser empresas do nosso município, que a gente tem contato para acompanhar o trabalho que esta sendo feito. Tem que ser feito um bom serviço, não adianta colocar o preço lá em baixo só para ganhar a licitação, porque depois o custo que a prefeitura vai ter para consertar serviços ruins também vai sair do bolso da população”, alertou o presidente.

Além do presidente da Casa, os vereadores Claiton Zanzi (MDB) e Aroldo Frigo Junior (PSDB) também parabenizaram o colega autor da indicação, e agradeceram o presidente da associação de moradores de São Bento Baixo, Ricardo Locks que atento ao assunto debatido na semana passada na Tribuna Livre, buscou a Casa Legislativa para lembrar os vereadores que a Lei Complementar Federal 123/2006 assegura benefícios a microempresa e empresa de pequeno porte.

O vereador Aroldo Frigo Junior  fez questão de esclarecer no plenário, parte do edital da lei que mostra as vantagens para os micros e pequenos empresários em termos de licitação. “A licitação que quiser usufruir dos benefícios da lei complementar 123/2006 deverão apresentar certidão expedida pela junta comercial do seu domicílio comprovando o enquadramento como micro empresa ou empresa de pequeno porte. Nisso a gente já consegue ver a segurança jurídica da administração municipal com as nossas empresas de pequeno porte ou micro empresa”, comentou.

Ainda durante a sessão, dois requerimentos foram aprovados por unanimidade. Um deles do vereador Altevir Selesio Amboni (PP) que solicitou que a secretária de saúde de Nova Veneza, Maristela Regina Vitali Cúnico, envie para a apreciação dos vereadores a relação da aquisição de medicamentos do primeiro semestre do ano de 2018, através do consórcio de medicamentos da Amrec e da Amesc, contendo os nomes dos medicamentos e o valor unitário, além da relação dos nomes dos fornecedores de medicamentos durante o mesmo período.

Também por meio de requerimento o legislador Claiton Zanzi solicitou ao diretor regional do Deinfra, Lourival Pizzolo, para que seja providenciada uma operação tapa buracos na SC-443, especificamente do bairro Mãe Luzia até a comunidade de São Bonifácio e também na SC-446,  ao longo da Rodovia Irineu Bornhausem. O vereador destacou a necessidade da operação pela quantidade de buracos ao longo destas rodovias.
 
Igualmente para melhorias de estradas o mesmo vereador foi autor de uma indicação, pedindo que seja providenciada a colocação de base e realizado patrolamento nas estradas das localidades de Linha Reta, Linha de Mattia e Linha Mandelli. “Só o patrolamento não é o suficiente. Já faz muito tempo que essas estradas não recebem nenhum caminhão de base, e se faz necessário. Então se não der de fazer o patrolamento, mas pelo menos em alguns pontos da estrada peço que seja colocado alguns caminhões de base”, pede. 
 
Do mesmo modo, o vereador Edaltro Boltolotto solicitou ao Poder Executivo Municipal, por intermédio da Secretaria de Transportes e Obras e da Intendência do distrito de São Bento Baixo, que providencie a recuperação da Rua Egídio Antônio da Silva, localizada no Distrito de São Bento Baixo e da estrada da localidade de Linha sanga Curta, localizada na Comunidade de Rio Cedro Médio, com colocação de base, limpeza das valas e abertura das sarjetas. O legislador foi autor também de uma outra indicação, pedindo a elaboração com urgência de um projeto para construção de uma arquibancada no campo de futebol do Bairro Jardim Florença, localizado em São Bento Baixo. 

Notícias

Três vereadores suplentes assumiram vagas na Casa Legislativa
Três vereadores suplentes assumiram vagas na Casa Legislativa

Durante o período de licença das atividades da Casa Legislativa de Nova Veneza dos vereadores Eloir Minatto, o Biro Biro (PSD) Aroldo Frigo Junior (PSDB) e Carlos Eduardo Ghislandi, o Dado (MDB), três vereadores suplentes assumiram as vagas na Câmara de Vereadores: Milton Somariva (PSDB), Samuel Amboni Milanez (PP – MDB) e Rodrigo Vitalli Spillere, o Didi (PSD).

Cinco indicações são aprovadas na 34ª sessão ordinária do ano em Nova Veneza
Cinco indicações são aprovadas na 34ª sessão ordinária do ano em Nova Veneza

Na sessão ordinária desta terça-feira, dia 16, na Casa Legislativa de Nova Veneza, cinco indicações foram aprovadas por unanimidade. Três das proposições tiveram autoria do vereador Claiton Zanzi (MDB), uma do legislador Samuel Amboni Milanez (PP- MDB) e uma do atual presidente em exercício da Câmara de Vereadores, Arlindo da Silva (PSDB).

Três indicações são aprovadas por unanimidade durante sessão ordinária
Três indicações são aprovadas por unanimidade durante sessão ordinária

Três proposições foram apreciadas e votadas pelos vereadores da Casa Legislativa de Nova Veneza, na noite desta terça-feira, dia 9, durante a sessão ordinária. Por meio de indicações os vereadores Claiton Zanzi (MDB), Aroldo Frigo Junior(PSDB) e Samuel Amboni Milanez (PP – MDB) fizeram solicitações ao poder Executivo de modo a serem atendidas pelas secretarias competentes do município. 

Biro Biro assumirá prefeitura de Nova Veneza em novembro
 Biro Biro assumirá prefeitura de Nova Veneza em novembro

O presidente da Câmara de Vereadores Eloir Minatto, o Biro Biro (PSD) a partir desta quarta-feira, dia 10, está licenciado do cargo na Casa Legislativa do município, por 30 dias. No entanto, Biro Biro frisou que está se licenciando da Casa, mas não dos compromissos com Nova Veneza. Ele garante que vai continuar acompanhando e se colocou a disposição para o que for necessário. Após o término do período de licença, Biro Biro assume a prefeitura de Nova Veneza por 15 dias no mês de novembro.

Trabalho da Apae é evidenciado na Câmara de Vereadores de Nova Veneza
Trabalho da Apae é evidenciado na Câmara de Vereadores de Nova Veneza

Atendendo ao requerimento de autoria do presidente da Câmara de Vereadores de Nova Veneza, Eloir Minatto, o Biro Biro, (PSD) a presidente da Associação de Pais e Amigos Excepcionais, Apae de Nova Veneza,  Nórdia Nazari, esteve na Casa Legislativa na noite desta terça-feira, dia 2. “É um momento muito especial para nós, pois nos oportuniza a mostrar à toda comunidade neoveneziana o compromisso que temos em atender com dignidade as pessoas do nosso município, seus familiares, pessoas com deficiência intelectual e múltipla”, disse a presidente da  Apae de Nova Veneza,  Nórdia Nazari.

Samuel Amboni Milanez volta a legislar na Câmara de Vereadores de Nova Veneza
Samuel Amboni Milanez volta a legislar na Câmara de Vereadores de Nova Veneza

O mês de outubro começou com alterações na Casa Legislativa de Nova Veneza. Pela segunda vez, o vereador suplente Samuel Amboni Milanez, também conhecido como bigode, integra a Câmara de Vereadores do município e participa das atividades na Casa.Em junho de 2017, Milanez assumiu durante 1 mês a vaga do vereador Edgar Preis (PP), este ano ele volta a legislar ocupando a cadeira do vereador licenciado Carlos Eduardo Ghislandi (MDB).

Apae de Nova Veneza é convidada para participar de sessão ordinária na Casa Legislativa
Apae de Nova Veneza é convidada para participar de sessão ordinária na Casa Legislativa

Durante a sessão ordinária desta terça-feira, dia 25, um requerimento de autoria do presidente da Câmara de Vereadores, Eloir Minatto, o Biro Biro (PSD) foi aprovado por unanimidade pelos parlamentares. O requerimento tem a finalidade de convidar a presidente da Associação de Pais e Amigos Excepcionais, Apae de Nova Veneza,  Nórdia Nazari, ou o setor responsável, para comparecer na Casa Legislativa durante sessão ordinária. O convite é para que seja explanado aos vereadores e a população as atividades desenvolvidas pela entidade.

Em audiência pública, neovenezianos se posicionam contra o tráfego de caminhões pesados pelo município
Em audiência pública, neovenezianos se posicionam contra o tráfego de caminhões pesados pelo município

A audiência pública para tratar do tráfego de caminhões pesados por Nova Veneza, principalmente nos bairros Eliza e Bortolotto, devido a instalação de uma empresa de britagem em Siderópolis, lotou a Casa Legislativa na noite desta terça-feira, dia 25. No início de setembro, no dia 4, uma reunião foi realizada entre os vereadores, representantes do executivo e polícia militar, para avaliar o requerimento enviado pela empresa Colombo Retroterra, que detalha os locais por onde os caminhões da empresa trafegariam por Nova Veneza. Nesta reunião ficou definido o agendamento de uma audiência pública para que a população pudesse também participar desta decisão.
 

Vereadores visitam Apae de Nova Veneza
Vereadores visitam Apae de Nova Veneza

Sabendo da importância e das necessidades da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Nova Veneza (Apae) em manter as atividades, no final da tarde desta quinta-feira, dia 21/9, alguns vereadores da Casa Legislativa do município estiveram reunidos na sede da instituição, que fica localizada no Bairro Bortolotto.

Legislativo aprova indicações para melhorias em Nova Veneza
Legislativo aprova indicações para melhorias em Nova Veneza

Reunidos para mais uma sessão ordinária na Casa Legislativa de Nova Veneza, os vereadores aprovaram por unanimidade nesta terça-feira, dia 18, quatro indicações. Duas das proposições foram de autoria do vereador Edaltro Luiz Bortolotto (PSDB) e duas da legisladora Elisabete Tereza Bortolotto (PP).

Audiência Pública na Câmara de Vereadores vai debater sobre a circulação de caminhões pesados pelo perímetro urbano de Nova Veneza
Audiência Pública na Câmara de Vereadores vai debater sobre a circulação de caminhões pesados pelo perímetro urbano de Nova Veneza

Com o desejo de uma empresa em iniciar atividades de mineração na cidade de Siderópolis, cidade vizinha de Nova Veneza, o poder Executivo e Legislativo neoveneziano convocou uma Audiência Pública para o dia 25 de setembro, para debater com toda população sobre a circulação diária de mais de 50 caminhões pesados por Nova Veneza, que as futuras atividades acarretarão.